31 de jan de 2013

Photo of the moon


A brisa do mar tocava minha pele, me arrepiando. Observava enquanto o clima se tornava ameno, o sol ia baixando e a lua tomava seu lugar no céu.
Acho que nunca fiquei tanto tempo tentando tirar uma foto. E nem consegui tira-la. Mas fiquei tão encantada com aquele lugar, o sol quase tocando o mar, o brilho da lua iluminando a água. Queria mergulhar.
A água estava fresca, temperatura ideal para o verão.
Quando finalmente me dei conta, a lua já se encontrava no topo do céu: meia noite.
Peguei minha câmera, verifiquei as chaves no bolso e fui até o meu carro. Guardei todo o equipamento e dei fim à aquela hipnose.
Talvez a lua tenha sorrido para mim naquele dia.
Nunca mais me esqueci daquele luar, daquele brilho, daquele encanto.
Todos os dias, enquanto passava por aquela rua, indo em direção ao trabalho e olhava para o céu, me perguntava quando novamente teria uma daquelas noites tão brilhantes com o céu novamente.
Acho que nunca.
A poluição aumentou desde então e eu comecei a procurar mais longinquamente aquele luar. Acabei que não encontrei.
Ficou só a decepção: Deveria ter tirado a foto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário