22 de set de 2011

Relacionamento: Rainha


Ando intimista. Gosto de escrever textos, como se as pessoas estivessem conversando comigo, como se eu estivesse ali, na frente delas, contando minha história e elas contando a delas. Mas não dá pra ser sempre assim. Da mesma forma que nem toda paixão vira amor, e nem todo sentimento é real. Vou contar uma história.
Havia uma princesa, que se apaixonou por um príncipe. Eles namoraram durante um longo tempo, secretamente. Acontece que um dia, o príncipe pediu pra ela tomar um tal chá, mas sua intuição disse pra ela não tomar.. Ela tomou, é claro. Ela ficou adormecida durante longos e longos anos, até que um dia ela acordou.
Seu reino estava destruído, seu pai havia morrido há tanto tempo e sua madrasta já estava em leito de morte: Ela confessou que a havia enfeitiçado, que tinha feito todas as atrocidades e que seu grande amor era um ator. Tudo bem. Ela ia superar, esse é o problema.
Você se sente como a princesa, as vezes? Com tudo dando certo...... até que dá tudo errado. Você nunca espera, você nunca tá preparado.
Sorrir fica difícil nesse momento. Quando te perguntam se tá tudo bem, você tem vontade de dizer que tá tudo mal, mas não quer que se preocupem. Ficar sozinho é a solução mas também o maior desafio.
Gostaria de te dizer o que fazer.. mas nem eu sei.
Vou contar o que eu faço: Releio conversas, mensagens e procuro erros, defeitos. Falo com as amigas, pergunto o porquê e fico sem uma resposta. Então, como se nada estivesse ruim o suficiente, coloco a culpa em mim, digo que eu fiz algo errado. Se identificou? Pois é.
Agora vou contar os erros: Reler as conversas, mensagens e procurar erros, defeitos. Falar com as amigas tá tudo bem, mas não tem porquê. Acabou. Foi assim. Tinha que ser, aceite. E se culpar? A culpa não é sua. Você tem defeitos, mas ele gostava de você assim no começo. O problema é ele.
Ele te traiu? Não foi por algo que você não fez, foi por algo que ele não sentiu. Ele terminou com você? Melhor assim, pensa comigo. Você não tá com um par de chifres em cima da testa e você vai sofrer.. só que menos. Pois não vai tentar concertar o inconcertável.
Não tente ser amiga, discutir sobre futebol ou música. Vocês terminaram, quebraram o que tinham, quer dizer.. eu acho né. Pois não adianta nada terminar um minuto e no seguinte dar os dedinhos e fingir que nada aconteceu. Assim como não dá pra ignorar o passado.
Teve algo bom? É claro que teve, sempre vai ter. Não vale a pena esconder. Mas acabou. As lembranças vão ficar com você, vão te acompanhar e muitas vezes você ainda vai se lembrar, até que vai se desvincular. Vai ir esquecendo aos poucos, parando de pensar.

Tá ouvindo alguma coisa? Nem eu. Acho que passou.
Superar um relacionamento é difícil, ainda mais quando dura bastante tempo ou tem sentimento. Mas você não tem que esquecer o que é bom. Guarde, aliás. Isso faz parte da sua história e você vai querer conta-la, algum dia qualquer.
Ah, e a princesa? Ela salvou o reino, encontrou um novo amor e teve alguns filhos. Como manda o figurino.
Tudo vai dar certo, confia em mim.

Nenhum comentário:

Postar um comentário