12 de jul de 2011

Estradas sem fim.



Caminhos. 
Tantos a seguir, estradas, escolhas, momentos. A vida tem me mostrado novas formas de seguir em frente. Superar, suprir necessidades. Objetivos, realizações, desejos. Decidi seguir um outro caminho. Estava acostumada a caminhar, lentamente, em uma estrada qualquer. Um pouco emburacada, que o rumo não tinha fim. Parecia que eu caminhava em círculos. Sempre da mesma forma, sempre as mesmas emoções. Tive algumas quedas e já havia até me acostumado com elas. De tão acostumada, já não me afetavam mais. Decidi então parar. Olhar ao meu redor. Comecei a rever meus conceitos, mudar de opinião, fazer novas hipóteses.
Desde então, tenho posto em prática tudo o que pensei. Mudei, reinventei. Superei. Surgiu-me então, novos caminhos, novas ideias, novas vontades. Continuei. Conheci um novo mundo, com outros sentimentos, outras  sensações. Talvez mais intensas do que as outras. Ganhei marcas, marcas mais profundas, que ficarão em mim por muito tempo. Descobri que  tudo o que eu acreditava, era pouco. Pouco para imensidão que é a vida. Peguei uma carona com um mais novo amigo. Demos as mãos e escolhemos então percorrer essa nova estrada juntos. Decidimos começar a viver.   

Nenhum comentário:

Postar um comentário