12 de out de 2010

Arco-íris

E hoje é um novo dia. Ontem o dia foi maravilhoso, ou então foi péssimo. Aquele sol brilhou para você, ou então o céu ficou nublado, chato. São várias as opções. Mas, sempre, você pode escolher um novo amanhã.
Eu fico pensando, depois do meu dia conturbado, como seria se eu pensasse diferente, como seria se eu tivesse outros gostos, outras musicas preferidas, outros sonhos. Me perco nessa imaginação, e me pego pensando em quem seria essa tal criatura que eu imaginava.
Quando eu estava na primeira série, olhava os mais velhos, da quarta série, e os achava incríveis, sonhava em ser estudiosa, cheia de deveres, ter que correr pra copiar, como eles. E no final, acabei copiando correndo, sendo estudiosa, cheia de deveres, mas totalmente diferente deles. Por que eu era diferente, me achava diferente, me vestia diferente, enfim. Meu sonho não se realizou.
Então, conheci os mais velhos da nova escola, e adivinhem? tananã.. queria ser completamente diferente deles. Acho que cheguei a ter pesadelos com isso, e sabe o que foi o melhor disso tudo? Acabei sendo realmente diferente. Por que, no final da oitava ( ano passado) pensei tanto para fazer meu discurso, tanto no que éramos, que depois de duas semanas, acabei descobrindo que tudo passaria.
Que as mágoas, os medos, os sonhos, as brigas, os sentimentos e etc, passariam. Acabei descobrindo que dali a um ano (agora) eu seria diferente; que eu poderia me tornar uma pessoa melhor ou pior, que talvez as coisas pudessem voltar a dar certo, e acreditem, elas sempre voltam.
Para isso eu tenho uma filosofia: Depois de uma chuva bem forte, o sol brilha e forma o arco-íris, certo? Então, quando estamos no meio de uma tempestade, não vemos a hora dela acabar, para vermos o final, mas, qual graça teria se não tivesse essa pequena preparação antes, se não tivesse essa espera? Acho que o arco-íris não teria tanto valor. E mais, imagine o por-do-sol, imagine se ele fosse igual todos os dias, e estivesse ali, sempre no mesmo horário, qual a graça teria.
É para isso que temos as preparações que o destino nos aplica. Pode parecer chato, cansativo, desnecessário, mas, uma hora, sem que você perceba, você está mais forte, mostrando todo o seu potencial, sendo mais feliz do que nunca, e mais preparado também como pessoa.
É por isso que amanhã eu vou começar diferente. Vou acordar as cinco e meia, e ver o nascer do sol, e deixar que nasça outra pessoa dentro de mim, talvez até uma criatura melhor. Enfim, qualquer coisa. Fazer diferente, mudar minha rotina, não impedir meu crescimento, nem impedir qualquer coisa que esteja preparada para mim. Afinal, é assim que tudo funciona. É assim a melhor forma.
Para você, meu querido leitor, recomendo o mesmo. Acordar as cinco e meia é uma merda, claro que é, mas, pode ter uma recompensa belíssima, e depois tu pode voltar a dormir também. Não deixe para amanhã, o que pode ser feito hoje, logo, ok?
 Só isso mesmo, mais nada.
Musica de hoje, para deixar meus neguinhos chorosos: Green Day - Wake me up when september ends

Nenhum comentário:

Postar um comentário